Ônibus novos pra quem?

Image

Desde o finzinho do ano passado, começaram a circular uns ônibus novos aqui por Brasília. Parece que ainda não chegaram todos, mas é certo que já dá pra notar alguma diferença na cidade. Aquelas sucatas caindo aos pedaços finalmente estão sendo aposentadas e a população agora pode contar com um pouquinho de conforto.

Eu moro no Plano Piloto, próximo ao trabalho e, sim, vou e volto todos os dias de ônibus. Levo em média longos 5 minutos dentro de um ônibus vazio, onde vou sentada, escutando minhas músicas e admirando a paisagem, até chegar ao trabalho.

Sei que não dá pra comparar a facilidade do Plano Piloto com as cidades do entorno, onde a deficiência no transporte público faz com que centenas de pessoas encarem infindáveis engarrafamentos todos os dias. Mas sei também que, para quem mora no Plano, como Asa Sul e Asa Norte, o velho e bom “baú”, no linguajar candango, pode ser bem viável. Mas não é exatamente essa a imagem passada por quem mora aqui, né? Afinal, “em Brasília, não dá pra viver sem carro.” “Como você consegue viver aqui sem dirigir?”. Essas são algumas das frases que escuto desde que cheguei, por brasilienses – e até gente de fora – que me olham e retrucam de boca aberta, como se eu fosse um E.T, por – olha só! –  andar de ônibus.

O que me parece é que a maioria das pessoas que povoa a capital federal possui uma mentalidade tão individualista e antiquada, daquelas que ainda acham que andar de carro é “sinônimo de status”. Daí, para essas pessoas, enfiar o pé num ônibus é um ato, digamos assim, até meio vergonhoso. O resultado disso são ônibus como esse aí rodando o plano piloto na maioria das vezes vazios, e as calçadas, vias e qualquer outro espaço da cidade lotados de carros.

Imagina se pelo menos as pessoas que moram no Plano resolvessem ir e voltar do trabalho de ônibus? Como o trânsito seria mais tranquilo, as ruas menos empestadas de carros estacionados irregularmente e a cidade até mais alegre?

E para corroborar ainda mais com esse pensamento voltado para o próprio umbigo de muitos brasilienses, o Governo do Distrito Federal teve a ideia de jerico de lançar um projeto que privilegia por completo a circulação de veículos individuais: um imenso estacionamento subterrâneo na Esplanada. De tão nonsense o projeto, não se ouve mais falar nele. Mas não se sabe ainda se vai sair ou não. E não é de se admirar que muita gente por aqui tenha achado essa a ideia “da hora”.

É triste ver como governo e população, ainda nos dias de hoje, podem demonstrar não ter a menor noção de sustentabilidade, do impacto ambiental que o aumento de carros pode provocar e da importância de um transporte público de qualidade e, principalmente, de utilizar esse transporte.

Por isso, meu desejo tardio para 2014 é que mais e mais pessoas se arrisquem sim a circular de ônibus pelas ruas de Brasília, passem a perceber as reais deficiências e até as poucas vantagens do nosso transporte público, pois só assim, iremos ter forças para exigir um transporte eficiente para nossa querida cidade. Afinal, do que adianta lutar por algo que não temos a menor pretensão de usufruir?

Advertisements

7 thoughts on “Ônibus novos pra quem?

  1. minha cara, andar de carro dá status não é algo comum a cidade de Brazilia e sim ao país como um todo. Aqui usa-se a desculpa de que o transporte é ruim, de péssima qualidade e coisa e tal – mas uma boa parte das pessoas que dizem isso nunca se aventurou em um ônibus. rs

    bacio

  2. Você me colocou pra pensar. Eu não tenho problemas em andar de onibus, e, na verdade, até curto quando preciso fazer algum trajeto de baú. Mas sempre usei carro por conta da rapidez necessária dentro de uma semana super corrida. Sempre apoiei a ideia da carona solidária, e costumo fazer isso nos meus circulos de trabalho e amizade. De qualquer jeito, essa questão sempre deve ser pensada e repensada. E já darei início suprimindo do meu discurso a frase: “Em Brasília, não dá pra viver sem carro.” Ótimo post.

    1. Obrigada mais uma vez, Hugo! 🙂
      Saber que um post nosso agradou alguém já é muito bom e saber que fez pensar então, é maravilhoso ehehe 😀
      Não sei se você concorda, mas acho que andar de ônibus nos dá uma outra visão da cidade… 🙂

  3. Eu adoro ir ou de carona ou de ônibus, dirigir é extremamente estressante. Como meu cotidiano acaba sendo corrido, não conseguia me organizar para sair mais cedo de casa e pegar o baú. Mas foi uma das minhas metas pra 2015. Também moro no plano, e era buzu sempre na adolescência, quero reavivar a prática!

  4. Acho uma ótima ideia tentar reavivar essa prática, Amanda!!! Também acho que dirigir é muito estressante :/

    E nada mais agradável do que passear na janela do baú olhando as paisagens de nossa brasólia, escutando uma musiquinha. Eu adoro ehehe 🙂

  5. I have noticed you don’t monetize your website, don’t waste your traffic, you can earn additional bucks every month because you’ve got hi quality
    content. If you want to know how to make extra $$$, search for: best adsense alternative Wrastain’s
    tools

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s